Idade Maior

Há que sofrer para bela ser

Lá diz o ditado. Mas agora pode fazer aqueles retoques que sempre desejou sem ter que ir à "faca".


As técnicas rejuvenescedoras não-invasivas são, actualmente, as mais procuradas. O número de intervenções estéticas que não necessitam de cirurgia supera o das plásticas. O sucesso destas novas técnicas deve-se, sobretudo, às várias vantagens que oferecem: bons resultados sem necessidade de internação ou de longos períodos de recuperação.

Por outro lado, permitem ainda que mais pessoas possam recorrer à medicina estética. As cirurgias tendem a ser limitativas no que diz respeito à condição física de cada um, já que os candidatos para poderem entrar num bloco operatório deverão ter um conjunto de requisitos mínimos. Por exemplo,  tensão e ritmo cardíaco com certos valores. Contudo, a partir de determinada  idade, os riscos são demasiado elevados e a maioria dos médicos optam por não realizar as cirurgias.

Por fim, outra das grandes vantagens prende-se com o facto destas novas técnicas não deixarem quaisquer cicatrizes.

Rugas
Actualmente, estão disponíveis no mercado várias alternativas ao lifting facial: a toxina botulínica, o peeling químico, o laser fraccionado, o preenchimento e a microdermoabrasão são algumas delas.

Botox
Na primeira, mais conhecida como botox, é injectada a toxina em algumas áreas do rosto, que paralisa as contracções musculares, reduzindo as rugas e prevenindo o surgimento de novas. No entanto, esta técnica não é recomendada a pessoas com mais de 60 anos, pois pode evidenciar outros sinais de envelhecimento como bolsas nas pálpebras.

Peeling
Para o peeling é aplicada uma substância química no rosto que destrói as camadas superficiais da pele, provocando uma descamação. O tempo de recuperação é longo. No peeling profundo, a pele fica vermelha e pode descamar durante 30 dias.

Laser fraccionado
Esta técnica é realizada  através de um aparelho de raios laser que produz micro-ferimentos no rosto, provocando a destruição do tecido. O ferimento estimula o surgimento de uma pele mais nova e a produção de colágeno. Os resultados só são visíveis uma semana depois da intervenção, quando acaba a descamação da pele e a cicatrização.

Preenchimento
O preenchimento serve para corrigir rugas muito profundas. Uma substância preenchedora (o ácido hialurônico é o mais comum) é injectada em locais específicos do rosto. Em algumas áreas, como à volta dos lábios, a injecção pode ser dolorosa.

Microdermoabrasão
Por último, a microdermoabrasão, utilizada para rugas superficiais. É utilizado um aparelho com microcristais que faz uma espécie de lixamento na pele, removendo a camada mais superficial.  Os efeitos são imediatos.

Lipoaspiração

Agora, já  é possível perder vários centímetros sem entrar num bloco operatório. Diversos centros estéticos disponibilizam sessões de lipoaspiração não-invasiva. Existem aparelhos e técnicas diferentes. A mais recente tecnologia emite baixos níveis de laser lipólise diode frio, que actua directamente sobre a gordura localizada, rompendo as membranas das células adiposas sem danificar os vasos sanguíneos e os nervos periféricos, eliminando a gordura através da drenagem linfática. O número de sessões varia consoante os resultados pretendidos.

Obesidade
O balão intra-gástrico é uma prótese de silicone de formato esférico e superfície lisa, enchida com soro fisiológico e azul de metileno, corante especial que vai mudar a cor da urina caso o balão seja rompido. O balão é introduzido no estômago do doente numa operação semelhante à endoscopia. O objectivo principal é provocar uma sensação de saciedade e de estômago cheio. Os riscos de uma complicação são praticamente nulos.

*Este artigo não dispensa a consulta de informação clínica sobre o tema e, sobretudo, os conselhos do seu médico de família. *

Leia ainda:

> Lutar contra a celulite

> Adeus pés de galinha!