Idade Maior

Os perigos dos solários

, 1 comentários

Desengane-se se pensa que servem para preparar a pele para o sol. Fazem mais mal do que bem e existem alternativas mais seguras para conseguir um belo bronzeado.


A maioria das pessoas que frequenta os solários julgam estar a preparar a pele para a praia, o que é um engano. O bronze obtido depois de algumas sessões protege o mesmo que um creme solar de factor 2 ou 3, ou seja, muito pouco, mesmo nas peles mais escuras.

Ao frequentar solários está a arriscar o envelhecimento precoce da pele, rugas e perda de elasticidade. Por exemplo, numa sessão de 15 a 30 minutos, a pele recebe a mesma quantidade de radiação ultravioleta perigosa quivalente a  um dia na praia. Os aparelhos bronzeadores emitem, sobretudo, radiação ultravioleta A (UVA) que provoca um bronzeado rápido mas passageiro.

A radiação UVB emitida é menor, mas tem uma intensidade cerca de três vezes superior à do sol, pois, regra geral,  está à distância de 30 centímetros da pele. Já os UVB permitem um bronzeado mais prolongado: penetram superficialmente e estimulam a produção de melanina, uma substância protectora da pele. No entanto, são também responsáveis pelas queimaduras solares e pelo aparecimento de lesões cancerosas. O mais maligno desses tumores, o melanoma, mata 150 a 200 portugueses todos os anos, e as estimativas mais recentes da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo, divulgadas em 2007, apontam para um aumento dos casos.

Alternativas aos solários
É possível manter uma pele bronzeada todo o ano sem recorrer à radiação artificial. Hoje, existem vários produtos disponíveis no mercado que funcionam como autobronzeadores - cremes, sprays, leites corporais e até comprimidos ? que permitem obter uma cor castanho-alaranjada e não causam problemas de saúde.

Nunca se esqueça que os riscos da radiação artificial dos solários não justificam a sua utilização só para fins estéticos.

Cuidados em cada sessão
Caso opte por frequentar os solários, então saiba que o que deve fazer em cada sessão:
- A toma de antibióticos e antidepressivos, entre outros, podem aumentar a sensibilidade à radiação. Aconselhe-se com o seu médico;
- Retire a maquilhagem e não utilize perfume;
- Não coloque protector solar, bronzeadores ou cremes. Apenas protector labial;
- Utilize óculos e, no caso dos homens, também protecção para os genitais, durante a sessão;
- Respeite um intervalo de 48 horas, pelo menos, entre as duas primeiras exposições;
- Não se exponha directamente ao sol e ao solário no mesmo dia;

Fonte: Revista Deco Proteste

Mais informações consulte www.deco.proteste.pt
1 comentários
  • Maria joao rego
    26 de Abril
    tenho em anos anteriores frequentado solário apenas 10 minutos cada sessão e somente 2 ou 3 x por semana não devo colocar protetor solar mesmo no rosto e mamilos? Lalam nesta peça em comprimidos bronzeadores podem-me dizer quais recomendam? Tenho ele clara e não gosto de ser chamada copinho de leite e não tenho grandes possibilidades de ir a praia ate ficar bronzeada. obrigada