Idade Maior

Na vila... de Sintra

Num hotel aconchegante, de onde pode partir à descoberta de becos e vielas, doces regionais e dos belíssimos monumentos que lhe granjearam fama.


Eça de Queirós e Ramalho Ortigão desvendaram-lhe os segredos naquela que foi a primeira obra de cariz policial da literatura portuguesa, Os mistérios da estrada de Sintra.

Lord Byron,  um dos expoentes máximos do Romantismo inglês,  apaixonou-se pelas sua beleza verdejante e perfil aristocrático, imortalizando-a num dos seus poemas como "a glorious eden". Até hoje, Sintra continua a manter o charme romântico que cativou escritores e artistas, nobres e políticos, e que ainda agora atrai inúmeros visitantes nacionais ou estrangeiros.

Eleita património mundial pela UNESCO, a vila é o refúgio perfeito para um fim-de-semana tranquilo, para quem gosta de respirar os ares da serra, calcorrear becos e vielas sinuosos, saborear doces regionais (os deliciosos travesseiros) e visitar os muitos monumentos que lhe granjearam fama: o imponente Palácio da Vila (ou Paço Real), o célebre Castelo dos Mouros, a enigmática Quinta da Regaleira, os belíssimos Palácio da Pena e de Monserrate, o austero Convento dos Capuchos e até o divertido Museu dos Brinquedos.

Em pleno centro, aninhado entre a serra e o Palácio da Vila, o Hotel Tivoli Sintra parece querer convidar quem passa, pois é o ponto de partida ideal para partirmos à descoberta de Sintra: discreto e familiar, este 4 estrelas conta com 77 quartos e uma vista deslumbrante.

Veja como participar neste passatempo e ganhar um fim-de-semana neste aconchegante Hotel. Consulte o regulamento.