Idade Maior

Orgasmo: tudo o que sempre quis saber

, 1 comentários

Mas nunca se atreveu a perguntar. Será que há diferenças entre homens e mulheres? Saiba mais e tire todas as suas dúvidas.


O orgasmo é uma experiência física mas também emocional que ocorre enquanto resposta a um estímulo sexual. Funciona como um ciclo cujo pico de prazer leva a libertação da tensão sexual.

Durante o orgasmo, tanto os homens como as mulheres sentem contracções rítmicas e involuntárias dos músculos pélvicos. A mente interpreta estas contracções como prazer, porém, a intensidade da sensação varia de pessoa para pessoa e de orgasmo para orgasmo, já que uma mesma pessoa pode senti-lo de forma diferente.

Por exemplo, um orgasmo pode ser uma vibração quente e suave na zona genital ou então uma explosão que enrijece o corpo e bloqueia a mente.

As quatro fases de resposta sexual são: estimulação, êxtase, orgasmo e resolução.

A primeira fase consiste na combinação da excitação mental e mudanças físicas, como a aceleração dos batimentos cardíacos, respiração alterada, maior sensibilidade na zona genital, erecção no caso dos homens e lubrificação vaginal para as mulheres.

Durante a fase do êxtase a tensão muscular e sexual intensifica-se que é libertada no orgasmo. Na última fase, o corpo tenta recuperar gradualmente e regressar ao seu estado normal ? respiração e batimentos cardíacos regulares -, acompanhado das sensações de prazer, relaxamento e de aconchego.

Depois do orgasmo e da ejaculação, a maioria dos homens não consegue ter outro orgasmo durante um determinado período de tempo e que varia consoante a  idade e a respectiva constituição - homens mais novos necessitam apenas de alguns minutos, enquanto mais velhos precisam de, pelo menos, uma hora.


Orgasmos masculinos vs femininos
A diferença mais óbvia entre estes dois tipos de orgasmos reside no facto de o masculino ser quase sempre acompanhado de ejaculação. Contudo, podem ocorrer orgasmos sem que tal aconteça. Os músculos pélvicos contraem e o homem sente que está a ter um orgasmo mas sem libertação de sémen.

E pode também ocorrer uma ejaculação retrógrada, ou seja, o sémen é libertado na bexiga, saindo depois através da urina. Esta alteração não significa que exista um problema, no entanto, tende a ocorrer nos homens que sofrem de diabetes ou em situações de pós-operatório, causando danos nos nervos à volta do pénis.

No orgasmo feminino ocorrem contracções rítmicas nos músculos pélvicos, bem como nas paredes vaginais. Na maioria das mulheres não existe ejaculação, no entanto, é frequente  sentirem lubrificação vaginal quando excitadas. Outra diferença entre os homens e as mulheres diz respeito ao período de intervalo entre orgasmos. As mulheres podem ter múltiplos orgasmos se a estimulação for contínua.

Fonte: http://www.healthyplace.com

Na próxima semana não perca a resposta a mais algumas questões sobre orgasmos.


Leia ainda:

> Conheça o seu corpo

> Sexo de qualidade?
1 comentários
  • vhom
    4 de Julho
    era esta a novidade? era isto que finalmente se ia saber?? vejam se fazem artigos com real relevância!!! incrivel!