Idade Maior

Uma consoada mais romântica

Com os dez alimentos mais afrodisíacos. Apimente a sua ceia de Natal a dois.


É verdade que até ao momento nenhum estudo conseguiu provar que existem alimentos capazes de aumentar o desejo sexual. Sabe-se, no entanto, por estudos médicos e nutricionistas, que alguns dos nutrientes dos alimentos considerados afrodisíacos podem ser mais energéticos, acelerando a circulação sanguínea e, consequentemente, aumentando a intensidade e a sensibilidade aos estímulos e sensações. Esta interferência na libertação de hormonas sexuais activa a libido.

Se está a pensar numa ceia de Natal a dois mais romântica, então prepare a sua lista de compras e inclua alguns destes alimentos (se não todos!):

Chocolate negro: contém feniletilamina (neurotransmissor) que ajuda a libertar as mesmas endorfinas provocadas pelo sexo, ou seja, basta comer um quadradinho de chocolate negro diariamente para não só sentir um maior desejo sexual, como para viver uma noite mais caliente. O chocolate negro é ainda um ingrediente perfeito para se partilhar a dois ? em forma de mousse, fondant ou até fondue de chocolate ? , uma vez que estimula o sex appeal e a atracção entre homem e mulher.

Peixe: sushi, salmão, atum e carapau devem entrar nos nossos menus semanais por conterem elevados níveis de Ómega-3. Mas não só. Esta gordura nutritiva assegura, entre outras coisas, a produção contínua das hormonas sexuais. Outro bom motivo para comer peixe.

Vinho tinto: além de ser o acompanhante perfeito para um jantar romântico a dois, o vinho tinto é também um afrodisíaco natural. O néctar dos deuses contribui para o aumento dos níveis de estrogénio, ou seja, a estimulação das glândulas mamárias, dos órgãos genitais e uma maior lubrificação vaginal.

Aveia: embora não seja parte integrante da dieta alimentar da maioria das pessoas, há bons motivos para que este cereal passe a ter lugar de destaque na cozinha ? um dos quais o facto de aumentar os níveis de testosterona. Resultado: mais desejo sexual.

Romã: rica em polifenóis (são fitoquímicos, responsáveis entre outras coisas por darem coloração aos frutos e vegetais) que, além de ser um poderoso antioxidante também permite uma melhor circulação sanguínea.

Bananas: as bananas contêm potássio, um mineral eficaz no aumento da resistência muscular, fundamental para conseguir um bom orgasmo. Por outro lado, comer uma simples banana pode desencadear uma reacção tão poderosa como libertar o elixir da felicidade (a serotina), pois acalma o sistema nervoso e melhora o estado de espírito.

Café: já foi cientificamente provado que quem bebe café regularmente tem uma libido mais elevada do que quem abdica do seu café da manhã. Com ou sem açúcar? Com, pois o açúcar contém um neurotransmissor ? a serotina ? responsável por aquelas sensações fugazes de euforia.

Mel: recheado de boro, um mineral com um lado afrodisíaco que ajuda (e muito!) a estimular a libido. Um prazer muito doce.

Espargos: escondem poderosos elementos afrodisíacos no seu interior, caso do folato, uma vitamina B que é eficaz no aumento dos níveis no sangue da histamina, um neurotransmissor que perito em ajudar as mulheres a atingirem o orgasmo.

Cogumelos: saudáveis e saborosos, contribuem para uma vida sexual mais deliciosa, graças aos seus níveis de vitamina A, que ajuda no equilíbrio da hormona progesterona e aumenta o desejo sexual.