Idade Maior

Viagra: tomar ou não...

Eis a questão: será que todos os homens mais velhos estão física e psicologicamente preparados para os efeitos do milagroso comprimido azul?


O que fazer quando um homem maduro, sem vida sexual activa, de repente começa a tomar Viagra e, consequentemente, a agir de forma estranha e inconveniente? É certo que o direito à expressão está instituído na Declaração Universal dos Direitos do Homem. No entanto, os direitos individuais devem ser vistos como direitos de acção com um limite natural: a impossibilidade de prejudicar a acção do semelhante.

Por exemplo, a liberdade de expressão não inclui a possibilidade de desfilar nu pela Avenida da Liberdade à hora de ponta.

Avaliar a capacidade
Da toma do famoso comprimido azul podem resultar comportamentos menos próprios, sobretudo em pessoas com demência. Por isso, cabe à família estar atenta a certos sinais, tais como a impossibilidade de tomar decisões de forma consciente. E há que ter em consideração que se o Viagra serve para melhorar a performance sexual, pode também originar um comportamento sexual menos apropriado.

A questão não está relacionada com o desejo físico, comum e normal em qualquer idade, mas sim com a perda de pudor e de inibições, causando constrangimentos não só para quem toma as atitudes menos próprias como para os outros.

Romance ou impudor?
A linha que separa o romance do atrevimento torna-se ainda mais ténue, ou mesmo inexistente, para quem sofre de demência ou qualquer outro tipo de problema psicológico. E a única forma de saber se o doente consegue ou não distingui-la é observando os seus comportamentos.

No caso de idosos independentes, que vivam sozinhos, é bem mais difícil para a família envolver-se, a não ser que surja, efectivamente, um problema importante. Aliás, muitas vezes a família nem consegue abordar a questão com o seu familiar (pai, avô, tio, etc.). Por isso, se está preocupado com eventuais comportamentos estranhos, o melhor é contactar o médico que o acompanha e explicar-lhe as suas preocupações.

Fonte: http://agingparents.com

Leia ainda:

> A idade do cérebro é igual à da mente?

> Disfunção eréctil: resolva o problema